Roda Mundo Roda Gigante

Cingapura, 9 de outubro de 2010 .

Em quase todas as cidades do sudeste asiático tem um bairro chinês (Chinatown) e um indiano(Little India). Não basta eles serem os mais populosos do mundo e ainda assim tem colônias enormes em outros países. Fui direto pro bairro indiano, onde tinha combinado de me encontrar com o Hélio, o mineiro que viajei junto em Bali e Lombok na Indonésia....vamos subir juntos o sudeste asiático até a Tailândia.

Cingapura é uma cidade moderna, cheia de arranha-céus de arquitetura futurística, muito organizada e limpa. Foi muita diferença eu sair de Jakarta, uma cidade barulhenta, suja e com pobreza pra todos os lados e horas depois estar andando aqui onde tudo funciona certinho, o transporte público é excelente e trânsito bem tranquilo. Aqui, pra tudo que é lado tem placa de proibição e o valor da multa para quem fizer, por isso é conhecida como “Fine city”, uma brincadeira pois ‘fine’ significa ‘legal, agradável’ ao mesmo tempo significa ’multa’... tem umas interessantes tipo, no metrô leva multa quem fumar, comer, beber, entrar com animais, ou entrar com durian(lembra daquela fruta fedorenta?)....brincadeira né! Quem entrar com uma fruta no metrô paga o equivalente a 800 reais!!! pense numa fruta fedorenta.


Não existem cidades ou estados, Cingapura é uma coisa só: país, estado e cidade...dividido por regiões. Andamos horas vendo um prédio bonito atrás do outro, o que mais impressionou sem dúvida foi um hotel imenso que tem tipo um barco sobre 6 colunas, subimos até o penúltimo andar bem embaixo do barco, inclusive era proibido entrar no elevador quem não era hóspede, mas agente se meteu de gaiato, só que lá no 55º andar tem um outro segurança que perguntou qual era o nosso quarto... aí sujou e tivemos que descer, mas deu pra fazer umas fotos de lá. Na verdade podia subir se pagasse uma entrada, mas a gente não quis pagar nada não, era tipo uns 80-100 reais eu acho. O Hélio até conheceu num jogo de bola aqui, um engenheiro brasileiro que estava envolvido na construção desse hotel, ele disse que tinha dado entrevista pro fantástico e tal....

Do lado esquerdo a Singapore Flyer e do lado direito o hotel Marina Bay Sands...entramos nesse hotel e em todo o complexo...extraordinário...shopping, cassino, restaurantes...não é a toa que esse é o hotel mais caro do mundo(não pelo valor da diária, mais pelo altíssimo custo de sua construção...em torno de R$ 12 bilhões !! 

Acho que o ponto máximo foi dar uma volta na Singapore Flyer- a maior roda gigante do mundo com 165 metros. Assisti ao por-do-sol lá de cima, vendo as luzes da cidade irem acendendo, foi muito louco! toda vez que eu ver uma roda gigante, tenho certeza que vou lembrar de Cingapura...

A maior do mundoooo!!!!!!


De dentro da Singapore Flyer...a vista para o Hotel Marina Bay Sands...um espetáculo!

Que pôr-do-sol lindo daí de cima...diga lá!

Imagina esse passeio de roda gigante com essa vista!!!

Outra coisa bacana que a gente vê aqui, é tipo um sensor em todos os veículos que serve para pagar pedágio em algumas avenidas em determinados horários...por exemplo na hora do rush pra passar pelas avenidas que mais congestionam paga-se pedágio, dessa forma ajuda a distribuir melhor o trânsito...

Andando pelas ruas lembrei de Hong Kong, tanto pelos arranha-céus quanto pela quantidade de chineses que tem aqui...eles adoram aqueles celulares enormes tipo iphone, quase todo mundo tem um, no metro a gente pede uma informação os caras tiram ele do bolso abre o google maps e te mostra o mapa com a direção a seguir...detalhe, aqui tem sinal Wi fi público em quase toda a cidade (de graça!). Isso que lugar muderno!

Também não podia entrar com durian no albergue!
 Em vários lugares também não pode entrar calçado, pois os sapatos são considerados impuros no mundo islâmico, aliás  as sociedades árabes têm preconceitos culturais contra o pé, porque é a parte do corpo mais baixa (e portanto mais suja)... os muçulmanos sempre tiram os sapatos para entrar numa mesquita para rezar..

Clarke Quay - local muito charmoso, cheio de bares e restaurantes, ao lado do rio Cingapura 

Num restaurante...é só escolher o prato que eles preparam na hora! olha aquele dos olhinho arregalado, deve ser uma delícia! Na verdade eu já comi rã num restaurante vietnamita em Caiena- Guiana Francesa, tem gosto de frango...

Isso deve ser bom com açaí !!

Um comentário:

jane disse...

Essa diferença de cultura, não é nada mais do que diciplina acompanhada de deveres e obrigações e muito depois dos direitos, aqui no Brasil é o contrário.......
Viu fez, não leu, pagou!!!
kkkkkkkkkkkkkkk