Fugindo de tubarões

Palau Redang, 14 de outubro de 2010.

Tem sido muito bacana esses dias aqui na praia, subimos numa montanha para ter uma visão aérea da praia, fiz natação usando a praia como piscina, jogamos vôlei de tardinha junto com os nativos, mergulhamos muito, apesar da água não estar tão límpida como das ilhas Gili na Indonésia, mas deu pra ver muita coisa, fizemos uma trilha até o outro lado da ilha onde tem um resort...todo hotel ou resort bacana que a gente vê a gente sai entrando de gaiato, toma banho de chuveiro senta nas espreguiçadeiras... nesse resort pensando que estávamos isolados no mundo, passa uma mulher gritando: João vem comer tua comida, menino! ...brasileiro é uma praga, era um grupo de uns 12 que moram em Cingapura e estavam lá curtindo o feriado.

Num desses mergulhos, estava eu feliz da vida admirando a fauna marinha foi quando passou um tubarão, só que meio longe tipo 8-10 metros de distância e era pequeno, não deu muito medo, eu já tinha visto uns quando mergulhei com cilindro na Polinésia...nadei mais um pouco contornando uma ponta que tinha umas pedras, eis que surge um tubarão enorme tipo uns dois metros na minha frente, pense num desespero...virei em direção às pedras e fui me batendo todo pra subir pro seco e fugir, tinha consciência que o bicho nadava muito rápido que eu, mas foi instintivo. Porra, é normal fugir de cachorro, cavalo, boi...mas de tubarão!!! Na hora da agonia me arranhei nuns corais, feri minha mão e começou a sair sangue. Fudeu! Os tubarões sentem cheiro de sangue a quilômetros de distância!!! Fiquei em cima duma pedra um tempo para descansar...cadê o macho pra voltar pra água?!! Pior que não tinha por onde voltar, a não ser nadando, e tava muito longe ainda. Nessa hora só vem merda na cabeça, eu via as manchetes de jornal “ Turista brasileiro é atacado por tubarões na Malásia” , nessas horas de ‘quase-morte’ toda nossa vida passa como um filme na cabeça.

Lá estava eu, em pé, em cima duma pedra, com o dedo sangrando, olhando pra água igual uma moça... Ô situação! Depois de uns 10 minutos não teve jeito, tive que dar uma de macho e pular na água pra nadar até a praia...cheguei são e salvo.

Depois conversando com um nativo, ele disse que esses tubarões daqui da costa da Malásia são de uma espécie que não ataca e nunca teve nenhum incidente...ufa deu um alívio, só que lá na hora na frente do bichão...não deu pra pensar em nada.
Mais umas fotos de Redang:




A piscina na frente de casa onde eu treinava natação....



Tirei um tempo para treinar o golpe do dragão de fogo do Karatê Kid... que aprendi com o Daniel San...


2 comentários:

jane disse...

Esse tubarao era vegetariano.
kkkkkkkkkkkkkkkk

T. Muffin disse...

OI Rogério, que legal morar na praia! HAhaha sério, achei surreal. Suas aventuras parecem ótimas!Continue postando. :D
Thalita