Volta às Aulas


Pai, 20 de novembro de 2010.

Cansado de vadiar, em Chiang Mai e me matriculei num outro curso, dessa vez  de Massagem Tailandesa !
Se dermos uma olhada na história da tradição da massagem tailandesa, fica claro que não se trata de uma simples atividade, ela sempre foi considerada uma prática espiritual interligada aos ensinamentos de Buda...antigamente a massagem era ensinada e praticada dentro dos templos  e muito tempo depois ela veio para fora dos locais sagrados...é uma história antiga mesmo( a era Buda existe há mais de 2.500 anos!).
O método autêntico exige toda uma concentração, meditação...é iniciada com uma oração para evocar os poderes da natureza, blá blá blá... Atingir esse estágio mental, para que haja um fluxo de energia espiritual durante a massagem é uma coisa muito difícil, inclusive aqui na Tailândia existe somente alguns poucos mestres com essa habilidade.
A diferença da massagem tailandesa para a “massagem clássica” é que nesta última o foco é o relaxamento muscular e emocional simplesmente, onde são trabalhados os músculos e pontos sensíveis do corpo. Já na massagem tailandesa isso é um objetivo secundário, o principal  visa a energia do corpo...pontos estratégicos de energia são pressionados durante as sessões. Na verdade os fundamentos se fundem com o yoga, podendo ser chamada também então de “massagem yoga”...pois aprendemos alguns movimentos de alongamento que promovem a circulação de energia do corpo da mesma forma.
Gostei muito do curso, os movimentos da massagem são diferentes, usamos mais o peso do corpo e outras partes do corpo além das mãos, tipo os joelhos, o antebraço...quado chegar em Belém, com esse certificado de massagem tailandesa, já dá pra fazer um bico de massagista!!! Rsrsrsr
estudando...

Agora sou massagista !

Finalizando minha passagem por Chiang Mai teve também o mercado noturno que é imenso, são várias ruas com barracas onde toda noite eles vendem roupas, artesanato, comida e etc todos esses dias eu passei com a grupo do trekking, uma galera muito gente boa.  Daqui eu sigo para Pai, uma pequena vila mais ao norte.
Cores de Chiang Mai

Nossa galera em frente ao Reggae Bar, impossível ficar sozinho na Ásia !!

3 comentários:

Sandra disse...

morri de inveja!!!! Queria muito fazer um curso de culinária e massagem em Chiang May, mas faltou tempo e sobrou coisas lindas para ver...

O mais engraçado é que quando se fala de massagem tailandesa logo vem sacanagem a cabeça, né. E na real a massagem thailandesa não tem nada de sacanagem, muito pelo contrário...

Ju Pietra disse...

Tá vendo só!!! Agora vai virar um dentista massagista nas horas vagas!!!
Aposto que vai ter um monte de mulher querendo ser atendida! rsrsrs

Vc trocou a letra pra Arial, achei que ficou mais estético assim...

Beijo
Ju

Rogério Oliveira disse...

Sandra,que pena que vc veio com tempo curto, aqui é meio longe entáo é bom aproveitar o que der...
Sobre a massagem, realmente não tem nada a ver com sacanagem,ela é levada muito a sério, e muita gente faz, inclusive como vc deve ter visto, elas são feitas nas calçadas pra todo mundo ver. Agora nas ilhas...depois da meia noite elas oferecem: massage, massage, happy end...(rsrsrs mas aí é o dobro do preço!)